segunda-feira, 2 de junho de 2014

O Ser Amigo














Eu não posso apagar as mágoas e as dores do seu passado
nem posso decidir qual será o seu futuro,
mas no presente eu posso estar com você se precisar de mim.

Eu não posso impedir que você leve tombos,
mas posso oferecer minha mão para você agarrar e levantar-se.

Suas alegrias, triunfos, sucessos e felicidades não me pertencem,
mas seus risos e sorrisos fazem parte dos meus maiores bens.

Não é de minha alçada tomar decisões por você,
nem posso julgar as decisões que você toma,
mas eu posso apoiar, encorajar e ajudar, se me pedir.

Eu não posso traçar ou impor-lhe limites,
mas posso apontar-lhe caminhos alternativos, procurar com você medidas de crescimento,
formas de encontrar-se, meios de ser você mesmo sem medo da rejeição.

Eu não posso salvar o seu coração de ser partido pela dor, pela mágoa, perda ou tristeza,
mas posso chorar com você e ajuda-lo a juntar os pedaços.

Eu não posso dizer quem você é ou como deveria ser.

EU SÓ POSSO AMAR VOCÊ E SER SUA AMIGA!